Jesus nos concede cura

Jesus nos concede cura

No domingo, dia 30 de Setembro, a mensagem trazida pelo Pastor Evandi Monteiro nos fez refletir sobre nossas próprias enfermidades e o meio para curá-las.

Com base bíblica, no livro de João 5. 1 ao 18, passagem que fala sobre o paralítico e seu encontro com Jesus, o Pr. frisou o seguinte versículo:

Versículo 14 “Agora você está curado; Deixe de pecar, para que nada pior lhe aconteça”

Estas palavras ditas Por Cristo ao Paralítico, foram no segundo encontro que Jesus teve com ele, após sua cura. Para entendermos melhor, vamos ao contexto da história.

Na cidade de Jerusalém, em um sábado, Jesus caminhava em meio a multidão próximo ao Tanque de Hebreu Betesda; dentre todos que ali estavam Jesus escolheu o paralítico para aproximar-se dele e pergunta-lhe: “Queres ser curado?”. Ao qual o paralítico responde: “Senhor, não tenho quem me ajude a entrar no tanque quando a água é agitada. Enquanto estou tentando entrar, outro chega antes de mim”. Então responde-lhe o Senhor: “Levanta-te, pega a tua maca e anda”. E assim foi feito.

Era época de festividade entre os Judeus, e Jesus encontrou-se novamente com o homem, agora curado, e disse-lhe as palavras destacadas nesse versículo.

Dando partida deste ponto, podemos notar que a paralisia acarretada a este homem, deva ter sido provocada por ele mesmo, em qual situação especificamente nos cabe apenas supor. Mas fazendo suposições e alusões as nossas próprias vidas, devemos refletir que muitas vezes nós mesmo provocamos nossas próprias deficiências, sem cogitar que nossos pecados tragam consequências para as nossas vidas, não se pode brincar com o pecado; é por isso, que a todo momento precisamos ter cautela, orar e vigiar pedindo a Deus misericórdia pelas nossas vidas, e pelos nossos.

Assim como Cristo olhou para o paralítico, ele também olha para nós. Buscando verdadeiros adoradores, onde Ele opere cura. Não apenas a cura física, mas especificamente a cura espiritual, pois as dificuldades emocionais que enfrentamos nos prejudicam ainda mais. Em muitas situações, o problema é de ordem Espiritual, porque desde que Adão foi expulso do Éden trouxe sobre ele os seus sofrimentos e danos, que acarretam desastrosas consequências. O pecado é consequência das escolhas que fazemos; ele nos deixa doentes, enfermos e mais ainda dependentes de Deus, e é quando nos encontramos nessa situação que devemos entrar mais intensamente em comunhão com Deus, reconhecer nossos erros e falhas, reconhecer que somos pecadores e a todo momento precisamos pedir perdão a Deus pelos nossos pecados, e sermos ainda mais agradecidos pelo seu amor, sua graça e misericórdia sobre as nossas vidas, pois a nossa enfermidade só é sarada na presença de Deus, com a comunhão com Ele.

Ele é o Deus que tudo pode, que tudo faz, e está juntinho de nós através de Cristo, com as suas mãos estendidas para nos salvar e abençoar; Ele sempre estará conosco, mesmo que passemos por tantas coisas que nos enfraqueçam, pelas pequeninas coisas que nos afastam Dele, e é nisso que devemos lembrar que a graça de Cristo nos salvou e nos cura, nos justifica e liberta. A graça do Senhor nos alcança!

A noite do dia 30/09 também ficará marcada no coração de toda Igreja porque ainda tivemos a apresentação de Thiago Vitorino Ferreira, filho(a) dos irmãos Batista Ferreira Machado e Maria José Vitorino Ferreira. (A Bíblia não nos orienta a batizar crianças nas águas, por isso apresentamos em oração toda a família em forma de consagração e gratidão a Deus. Pois assim nos orienta as escrituras sagradas. Lucas 2.22).

Texto de Sara Natália

Quer ser abençoado através desta mensagem? Ouça a seguir, faça seu comentário e compartilhe!

 

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar a