LuAu Jubat 2019.1

LuAu Jubat 2019.1

LuAu Jubat 2019.1

Sábado, 23 de março, Cabo Branco/JP

Em um culto diferente, nossa Juventude se reuniu para um luau na noite de sábado. Em um dia tão ensolarado, nada seria tão bom quanto estarmos na praia, em uma boa companhia, com uma brisa agradável, louvando e glorificando ao nosso Deus. E assim foi, uma noite para aproveitarmos a comunhão entre irmãos, e juntos agradecermos a Deus por tantas maravilhas que Ele tem feito em nosso meio.

Com voz e violão cantamos, adoramos, nos alegramos, e glorificamos ao Senhor. Em continuidade aos louvores, nossa reflexão foi dada pela Ir. Édyla Clice, que por encenações nos falou sobre Ser Igreja. Relatando alguns depoimentos, situações e histórias, ela nos trouxe vários exemplos de jovens e adolescentes, sua indagações, dúvidas e medos. Sobre a curiosidade de se viver no mundo, e as consequências que isso nos acarreta. E como podemos ajudar, e reverter situações como essas se chegarmos mais próximos, e ajudarmos uns aos outros.

Dentre muito do que aprendemos com ela naquela noite, podemos com precisão refletir sobre uma frase: “Ser Igreja, é também ser o outro”. Isso deve ser muito claro para nós, desde que entendamos com eficiência o que significa ser apenas um SÓ Corpo, no qual Cristo é o cabeça. Ser o outro é entender que cada um de nós deve se importar com o nosso próximo, com os nossos familiares e amigos. Com as pessoas que amamos e queremos bem, ser o outro é desenvolver empatia, é está junto, ser amável e compreensivo, se não aprendermos a desenvolver empatia em nossa Igreja, ajudando aos nossos irmãos em Cristo, dificilmente encontraremos em outro lugar.

E por fim, não faltou brincadeiras, conversas, passeios e risos. Um momento de comunhão tão bem desfrutado por nossa Juventude!

avatar
  Inscreva-se  
Notificar a