Uma vida de oração

Uma vida de oração

Uma vida de oração

Viver em constante oração

Neste domingo (29/07), o Pastor Evandi Monteiro trouxe brilhantemente este tema para nossa reflexão. Fazendo-nos pensar a respeito não apenas da oração, mais diversos outros atributos, como o amor, conhecimento, comunhão e adoração. Ao longo da mensagem, foram destacados e explicados versículos, referentes a cada assunto demonstrado.

“Esta é a minha oração: que o amor de vocês aumente cada vez mais em conhecimento e em toda a percepção. Para discernirem o que é melhor, a fim de serem puros e irrepreensíveis até o dia de Cristo”. Filipenses 1.9-10

 Este foi o versículo base da mensagem, e ao lê-lo o Pr. Evandi nos fez refletir prazerosamente que ter uma vida de oração e poder ler as escrituras é um privilégio a nós concedido. Ao qual, devemos ser sempre gratos. E jamais negligenciar nossa vida de oração, devemos manter nosso relacionamento constante com Deus. E além de agradecidos, fazer o que estiver em nosso alcance para que outras pessoas compartilhem dessa graça e desse amor. E como igreja, viver para que este amor aumente e juntos possamos crescer em discernimento.

Deste versículo foi destacado outro ponto: o conteúdo da oração de Paulo, uma oração com vigor, de súplica de quem espera uma resposta, e sabe que é ouvido. E assim como Paulo, devemos orar intercedendo uns pelos outros, orar com a certeza que Deus nos ouve, e nos responde. Em seu tempo. Precisamos continuar firmes na fé, ela produz alegria, e a certeza que Deus está com você.

“Mas o fruto do Espírito é amor”. Gálatas 5.22a

 “Porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu”. Romanos 5.5

O amor de Deus é derramado em nós pelo Espírito Santo; Deus no enche do seu amor, e este amor elimina as transgressões. O poder e o amor de Deus se aperfeiçoa na fraqueza de seus servos, é no imenso amor de Deus que encontramos forças e renovação, por este amor podemos saber que mesmo quando não merecemos, Deus nos perdoa, nos ama e cuida de nós. 

“Completem minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só Espírito e uma só atitude”. Filipenses 2.2

Outro ponto destacado foi ás atividades que uma comunidade evangélica deve exercer em sintonia, atividades que edificam o reino, e contribuem para o crescimento espiritual de cada um. É bem evidente o desejo dito por Paulo em sua carta, o de que todos pratiquem dos mesmos feitos, pois “cristãos” que não fazem nada na igreja são inúteis, uma tragédia que empata a igreja de crescer; cada qual tem seu dever no Reino, cada um deve ter responsabilidade com as obras de Deus, e contribuir. E fique claro, que não se fala apenas de dízimos e ofertas, mas também de trabalho, de participação e ajuda no desenvolvimento da igreja. Deus honra cada servo que ajuda em sua obra, e oferece com alegria e bondade.

“O conhecimento traz orgulho, o amor edifica”. 1º Coríntios 8.1b

 Não podemos amar sem conhecer, o amor penetra os corações de quem conhece as falhas e os defeitos de outrem, o amor não se torna cego em meio aos erros, ele continua sendo perceptível e mais ainda, ele é transformador; e assim, edifica tanto a vida de quem ama, como a de quem é amado.

O conhecimento afastado do amor incha. E por assim dizer, o amor se torna indispensável e o conhecimento, completamente necessário.

 “Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discerni tanto o bem quanto o mal”. Hebreus 5.14

Pr. Evandi deixou claramente esclarecido em seu último versículo destacado, que o ‘adulto’ ao quão se refere o trecho, é aquela pessoa que em suma consciência busca o conhecimento, busca amadurecer e seguir os ensinamentos de Deus. Isto independe de qual idade ele tenha, seja um adolescente ou jovem, todos podem se alimentar solidamente das Escrituras.

E neste mundo de competições de doutrinas, a igreja precisa ter pessoas maduras e sábias, ter discernimento para distinguir o que é certo e essencial. É preciso ter razão e disciplina: entender o que é certo, e o certo fazer. Isto é, enxergar as melhores coisas entre as boas.

E nunca esquecer: “O amor é sempre o caminho ao conhecimento”.

A noite do dia 29/04 também ficará marcada no coração de toda Igreja porque ainda tivemos a apresentação de Isabelle Vitória Silva Santana de Jesus, filha dos irmãos Jefferson dos Santos S. de Jesus e Verônica Silva dos Santos. (A Bíblia não nos orienta a batizar crianças nas águas, por isso apresentamos em oração toda a família em forma de consagração e gratidão a Deus. Pois assim nos orienta as escrituras sagradas. Lucas 2.22).

Texto de Sara Natália

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar a