IMAA – Ministério com Surdos

IMAA – Ministério com Surdos

“E todas as pessoas que o ouviam ficavam muito admiradas e diziam: — Tudo o que faz ele faz bem; ele até mesmo faz com que os surdos ouçam e os mudos falem!” (Mc 7.31-37)

As aflições da vida nos tornam capazes e sensíveis para perceber, ou não a voz de Deus… Que nos consola, nos cura, nos perdoa e nos ajuda a viver de modo a ter esperança em Cristo, paz e felicidade, independente das circunstâncias ao nosso redor. Ler a palavra de Deus, ouvir uma canção sua melodia e o tom da voz do cantor são fatos que marcam a nossa memória e nos ajudam a refletir sobre o cuidado de Deus sobre nós. E como isso é possível aos que não podem ouvir? Como tornar Jesus admirável? Como verão se não há quem sinalize? São essas respostas que nos motivam a ser que a LIBRAS é uma língua do céu, que nos permite mudar a realidade silenciosa de alguém  e tornar possível o sentir mesmo que não se possa ouvir, o falar mesmo que não seja possível o fazer com os lábios. Cremos que a LIBRAS é também uma forma de amor e de cura manifesta por Deus. Ouvir com os olhos, falar com as mãos isso sim é um milagre de Deus!

MISSÃO

Cumprir o “Ide” do Senhor, anunciar o evangelho a toda criatura, cuidar, discipular e mostrar o caminho para o surdo de como desenvolver uma vida espiritual firme e sólida, de forma concreta e fundamentada nas escrituras.

VISÃO

Muito mais que um sonho, almejamos que a Igreja local veja o ministério com surdos através da óptica missionária de alcançar vidas para o reino de Deus. Para isso compreendemos a real importância do conhecimento básico da LIBRAS por toda a comunidade ouvinte, ser uma Igreja acessível é um propósito de oração, não apenas ter um ministério com surdos mas fazer a própria Igreja capaz de conviver, ajudar, amar e respeitar a comunidade surda, sua cultura e sua língua.

VALORES

Os pilares deste ministério são as quatros palavras que formam a sigla (IMAA). Entendemos que um trabalho específico com os surdos deve ter como base princípios primordiais para o desenvolvimento saudável do ministério, ou seja: das vidas envolvidas.

A Inclusão, como porta de entrada para o primeiro passo para a expansão do evangelho de Cristo na comunidade surda; Uma Igreja verdadeiramente inclusiva certamente será referencia e o destino final para muitos que buscam preencher o vazio de suas almas.

A Mutualidade, é o que nos permite trabalhar com o coração em paz, certos de que a compreensão, educação, respeito e  empatia serão compartilhados no convívio ministerial. Sabemos por tanto que o ministério com surdos é uma troca e um amor verdadeiramente altruísta.

O Amor, aprendemos com as escrituras que o maior dos sentimentos é o amor, portanto se não houver amor que não exista. Cremos que expressar o amor de Cristo através das ações e não só das palavras é o nosso desafio diário.

A Acessibilidade, certamente essa é a luta constante das pessoas com deficiência, ter acessibilidade nas questões básicas da vida. Ir ao banco, hospital, médico frequentar uma Igreja e se sentir acolhido, parte do meio, entender a mensagem da cruz e o amor de Jesus. Por isso, tornar os cultos, eventos e atividades da Igreja é o mínimo que podemos fazer para interagir os dois mundos: ouvintes e surdos.

AÇÕES ATUAIS

E- LIBRAS – Curso básico de Libras, projeto abrangente da EBD.
Discipulado – Encontro semanal para o estudo bíblico.
Culto em Libras – Acessibilidade nos cultos de celebração, traduzindo do Português para a LIBRAS.

Jullyana Celly

Coordenadora


Marleide Gouveia

Vice-Presidente


Alex do Nascimento

Secretário


Pr. Evandi Monteiro

Conselheiro