O Deus de Jacó te proteja

O Deus de Jacó te proteja

Domingo, dia 9 de março, em mais um culto celebramos ao nosso Deus com louvor e adoração. Realizamos a Ceia do Senhor, e dando continuidade, o Pastor Evandi Monteiro nos trouxe uma reflexão sobre o seguinte tema:

O Deus de Jacó te Proteja

Podemos ver isso como tema de uma Reflexão, mas olhando de outro ângulo, vemos como uma saudação que o Pastor fez as suas ovelhas. Assim como podemos ver Davi fazendo com as suas; Esta linha de pensamento cabe, ao lermos o texto base dessa mensagem: Salmos 20.

 “No dia em que você passar por sofrimentos, espero que o Senhor esteja ao seu lado! Que o nome do Deus de Jacó eleve você acima dos problemas, em perfeita segurança. Que Ele lhe mande socorro, do santuário onde vive no monte Sião (…)”.

Como o pastor Evandi tão bem colocou, esse salmo é nitidamente uma oração. Uma oração de suplica, de um pedido de socorro que é muitas vezes feita por nós em um momento de angústia, no nosso dia a dia em momentos difíceis. Quando nos encontramos em situações assim, devemos lembrar que a oração é pertencente ao povo de Deus, nos ligamos a Ele através dela, por isso, é tão importante colocarmos Diante Dele todas as nossas preocupações.

“Lembrem-se das suas ofertas de gratidão e dos sacrifícios queimados”.

Não só colocar nossas preocupações Diante de Deus como também obtermos a prática de orar e jejuar, não mais precisamos fazer sacrifícios ou levantar altares, porque Jesus Cristo já realizou o sacrifício por nós, e é por este motivo, que podemos nos chegar a Deus com ofertas; e que mais valoroso há de oferta, do que ofertamos a nossa própria vida de quem a recebemos? Deus quer de nós aquilo que podemos lhe oferecer de melhor; isto não é um carro, não é uma casa para nela ser construída uma Igreja, é a nossa própria vida, o melhor que somos e temos; o nosso melhor tempo, nossa melhor disposição e vontade, o melhor que podemos ser.

“Que Ele conceda a vocês os desejos do seu coração e cumpra todos os seus planos. Assim quando soubermos da sua vitória, cantaremos de alegria e agitaremos as nossas bandeiras nos ares, em nome do nosso Deus. Que o Senhor lhe dê tudo quanto você pediu a Ele. Tenho certeza que Deus dá vitória aos Seus Escolhidos (…)”.

Já se perguntou em algum momento, por que é que conseguimos orar? Oramos porque há todo momento Jesus Cristo intercede por nós Diante de Deus, porque Ele nos enviou o seu Espírito Consolador, que nos guia para que possamos por intermédio Dele mesmo – e não nosso – nos achegar Diante de Deus.

Nós precisamos orar… se a oração é pertencente ao Povo de Deus por que é que não a usamos? Precisamos orar pela Igreja, e como Igreja, devemos orar uns pelos outros, nos unindo em oração, para que assim sejamos fortalecidos como corpo, pois, enquanto uns estão alegres na Fé, outros estão definhando. Quando nos reunimos para orar, fortalecemos nossa comunhão, quando clamamos a Deus, Ele vem até nós, e faz assim porque sabe que nós não conseguimos por nós mesmo nos achegarmos até Ele; e é vindo ao nosso encontro, que Ele derrama sua graça sobre as nossas vidas, respondendo ao nosso clamor.

Assim, Davi nos ensina a nos alegrarmos! Pois o nosso Rei não perde batalha alguma, e assim como está escrito neste salmo “Devemos nos alegrar tendo a certeza que Deus dá vitória aos seus escolhidos”.

“Lá dos Santos Céus, o lugar onde vive, Ele lhe responde. Ele me socorre com a sua poderosa mão!

Outras nações confiam em seus carros e cavalos, mas a nossa confiança está no nome do Senhor, nosso Deus. Eles perdem as forças e caem; nós, porém, ficamos em pé, firmes Para Sempre.

Ó Senhor, dê a vitória ao nosso rei! Responda-nos quando pedimos a sua ajuda”.

Passamos sim, por muitos momentos de batalhas e infinitas lutas, e é nessas circunstâncias que nos convém confiar ainda mais no Senhor para enfrenta-las. Pois assim como lemos antes, o nosso Deus não perde batalha alguma, mas pode e nos coloca em situações e lugares difíceis, para que o honramos e aprendamos que Ele é Senhor sobre todas as coisas, e nos permite certas situações para saber como iremos agir, e nessas circunstâncias devemos lembrar que precisam ser condizentes com a Palavra que Cremos.

Precisamos praticar a Doutrina da Fé. Pense se há alegria maior do que saber que Deus, nosso Senhor não apenas houve, mas também responde as nossas orações? Ele pode não fazer o que pedimos, mas isso não é sinônimo para dizer que Ele não nos ouve. Precisamos depositar nossa confiança em Deus, Nele podemos confiar!!

Pare um instante e leia sem interrupções todo o capítulo 20 de Salmos… Leia por essa reflexão, leia na versão da sua Bíblia, ou em alguma versão online, mas de algum modo, leia.

Leia para refletir sobre sua vida, faça uma autoanalise para saber aonde você está depositando sua fé; procure entender porque você passa por tantas situações difíceis, peça a seus irmãos que orem por você, eles não podem interferir na sua fé, tão pouco no seu relacionamento com Deus, mas podem orar por você. É o melhor apoio que todo Cristão tem, a oração de sua igreja, dos seus irmãos em Cristo. Saibam que a proteção de Deus está no auxilio do Seu Espírito Santo, Aquele que Ele já nos mandou. Ore, peça ao Espírito Santo de Deus lhe ajude a levar sua oração Diante do Altar Dele…

No culto de Domingo, ao final de sua mensagem, o Pastor Evandi perguntou quantos ali precisavam de oração, muitas pessoas levantaram as mãos, logo depois, o Pastor pediu para que elas se dirigissem a frente da Igreja, para que ele orasse pelas suas vidas. E eles foram… Mas nem todos que levantaram as mãos, se puseram de pé e foram até o altar. Isto não implica dizer que eles não precisem de oração, isso não quer dizer que não oraram pelos que levantaram… Isso quer dizer, que todos nós, naquele momento fomos Igreja. Fossem os que se levantaram, sejam os que ficaram sentados. Cada um de nós, precisa constantemente lembrar de momentos como esse e saber que Deus ama e quer cuidar de cada um de nós, nós como Igreja devemos dizer a cada um de nossos irmãos: “Que o Deus de Jacó te proteja”, porque sim, Deus nos protege, nos guarda e nos ama, e devemos lembrar disso uns aos outros, para que assim como é dito durante todo esse salmo possamos também repetir; Que possamos orar pela nossa Igreja, para que todos compartilhem da mesma vitória, da mesma comunhão, das bênçãos do mesmo Deus de Davi, de Jacó, do mesmo Deus que nos chama para Sermos Sua Igreja.

Texto de Sara Natália

Quer ser abençoado através desta mensagem? Assista a seguir, deixe o seu Like e compartilhe!

avatar
  Inscreva-se  
Notificar a