Sola Gratia

Sola Gratia

Em virtude de comemorarmos no mês de Outubro os 501 anos da Reforma Protestante, nossas mensagens ministradas no Domingo, estarão voltadas para as 5 Solas da Reforma.

No culto de Domingo, dia 21 de Outubro, continuamos com a série de mensagens, abordando o Terceiro tema: Sola GratiaSomente pela Graça. Foi com base nessa Sola, que o Professor Bruno César, trouxe a ministração. Tendo como base 2º Coríntios 12. 1 ao 10, distribuiu sua mensagem em 4 pontos específicos de análises.

A Graça de Deus

1º Graça de conhecer a Deus

“É necessário que eu continue a gloriar-me com isso. Ainda que eu não ganhe nada com isso, passarei ás visões e revelações do Senhor.
Conheço um homem em Cristo que há catorze anos foi arrebatado ao terceiro Céu. Se foi no corpo ou fora do corpo eu não sei; Deus o sabe.
E sei que o tal homem (se no corpo, ou fora do corpo, não sei; Deus o sabe)
Foi arrebatado ao Paraíso; e ouviu palavras indizíveis, coisas que ao homem não é permitido falar.
Nesse homem me gloriarei, mas não em mim mesmo, a não ser em minhas fraquezas”.
2 Coríntios 12. 1 ao 5

Em uma analogia simbólica, o Prof. Bruno trouxe como exemplo o ponto de vista de diferentes pessoas que diziam conhecer o mar, um apenas de ouvir falar nele, outro por sempre ir até ele, uns por surfarem ou mergulharem, e até mesmo estudarem sobre o mar. Cada qual, afirmava o conhecer pelo seu próprio ponto de vista. Trazendo para nós, pergunta-se: Você conhece a Deus? Ou acha que conhece de acordo com o que acha Dele?

Precisamos agradecer a Deus pelo privilégio de conhece-lo, e o termos como Pai, pelo privilégio de sua graça nos alcançar. Se quisermos realmente conhecer a Deus, não apenas de ouvir falar, mas pela intimidade que teremos com Ele precisamos conhece-lo através da sua Palavra, pela nossa oração, nosso andar com Deus e comunhão.

2º A graça de ser Fraco

“Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar.
Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim”.
2º Coríntios 12. 7 e 8

Percebemos a Graça de sermos Fracos, quando vemos nossa dependência em um Deus que é soberano – Um Deus Forte, que tem controle sobre todas as coisas.

Ás vezes os espinhos na nossa carne contribuem para nossa santificação, para analisarmos nossa dependência de Deus, o quanto erramos e precisamos do seu perdão e da sua graça.

É em muitas situações de fraqueza e dor que buscamos mais de Deus, que vemos nossa necessidade Nele. Pessoas fracas oram, buscam a Deus, reconhecem seus erros e o quanto precisam da misericórdia Dele. Pessoas fracas se entregam a Jesus Cristo, pedem ajuda, pedem oração entre os irmãos, procuram viver em paz e comunhão com Deus… E em certas situações como estas, onde se busca ainda mais o Elo forte com Deus que pode-se ver que em muitos casos, o sofrimento é uma bênção de forma oculta; que acontece para cumprir um propósito muito maior.

3º A Graça de ter o Suficiente  

“Mas Ele me disse: ‘Minha Graça é Suficiente a você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza’. Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim”.
2º Coríntios 12. 9

Nós temos a Graça de Deus nas nossas Vidas. Precisamos entender isso, que Deus nos dá tudo aquilo que precisamos, tudo aquilo que nos é suficiente. Nos dá na medida certa, para que nem falte ou sobre. E tudo aquilo pelo qual recebemos por meio Dele, são bênçãos.

O dinheiro não nos compra bênçãos, nem paz, saúde ou salvação. O que temos dignamente pelo nosso suor,  são privilégios concedidos por Deus, tudo que temos, Deus nos permiti ter. E com isso, sempre devermos ser gratos – A verdadeira riqueza é encontrada em pessoas que estão satisfeitas com o que tem.

Pessoas ingratas geralmente tem o coração endurecido, e por isso, sempre serão pobres. O segredo do contentamento é sempre agradecer a Deus por tudo.

4º A Graça de estarmos Satisfeitos com a Graça de Deus  

“Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Então, quando Estou Fraco é que Sou Forte”.
2º Coríntios 12. 10

Precisamos aprender a estarmos sempre satisfeitos com a Graça de Deus em nossas Vidas. A Graça de Deus nos ajuda a entender outros atributos de Deus, Ele os usa em conformidade. Sua Graça nos ajuda a entender seu amor para com um pecador, sua justiça, nos ajudar a continuar o servindo. Nos ajuda a entender o quanto somos pequenos diante de sua Grandeza, o quanto somos falhos e constantemente precisamos da sua misericórdia, seu amor e sua tremenda Graça!

E para abençoar o culto, no final a irmã Eliane Ribeiro de Souza aceitou a Cristo como seu único salvador, e houve festa no céu.

Texto de Sara Natália

Quer ser abençoado através desta mensagem? Ouça a seguir, faça seu comentário e compartilhe!

 

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar a